Administração de estoques para bens de varejo não perecíveis

Título: Administração de estoques para bens de varejo não perecíveis

Autor: BIAZZI, J. L.

Resumo: Este estudo compara métodos de administração de sistemas de estoques de bens de varejo não perecíveis, considerando o caso de perda de venda. Diversos métodos, baseados em modelos com diferentes hipóteses, são testados em ambientes caracterizados por comportamento da demanda e relações entre custos, entre outras características. A análise baseou-se numa simulação que avaliou o comportamento do sistema a cada intervalo de tempo num certo horizonte. O programa utilizado contém módulos para projeção de demanda baseado em suavizamento exponencial, cálculos físicos e econômicos e cálculo dos parâmetros de cada um dos métodos.
Os métodos baseados em modelos de revisão periódica e demanda probabilística mostraram-se mais adequados do que os baseados, respectivamente, em revisão contínua e demanda determinística, assim como os que adotam lead-times máximos sobrepujaram os que adotam lead-times médios. Os desempenhos relativos dos métodos não foram afetados por alterações na aleatoriedade da demanda. Os métodos que operam baseados na projeção da demanda de vários períodos à frente mostraram-se mais eficazes do que os demais quando há picos de demanda, embora, nas demais situações (demanda estável, crescente ou decrescente, sem sazonalidade ou com sazonalidade suave no curto prazo), estes métodos são equiparados pelos métodos baseados em revisão periódica e demanda estável ao longo do tempo.

Data de publicação: 1994

Periódico/Editora: Gestão & Produção (UFSCAR – Impresso)

Edição: v. 1, p. 125-152

Palavras-chave: estoques, simulação, administração de materiais, varejo