Diferenciação e Competitividade da Oferta de Moda Brasileira no Mercado Internacional

Título: Diferenciação e Competitividade da Oferta de Moda Brasileira no Mercado Internacional

Autores: Mariana Bassi Sutter, Maria Laura Ferranty MacClennan, Edison Fernandes Polo, Vivian Iara Strehlau

Resumo: A pesquisa busca compreender como se dá a competitividade da exportação de moda brasileira sob a perspectiva da vantagem competitiva. O estudo avança no conhecimento sobre a moda brasileira e os elementos distintivos que devem compor a sua oferta no mercado internacional. Contribui ao relacionar variáveis pouco investigadas como vantagem competitiva, diferenciação e internacionalização da moda brasileira. Como contribuição gerencial, a pesquisa pode orientar gestores que buscam incrementar sua oferta no exterior ao elencarem elementos distintivos da moda brasileira. O estudo é alicerçado pela abordagem qualitativa. Os dados foram coletados mediante entrevista em profundidade com agentes de mercado, sendo cinco agentes de apoio à inserção da moda brasileira no mercado internacional e quatro agentes de mercado demandantes (consumidores organizacionais). Utilizou-se a técnica de análise de discurso para examinar os dados. Para competir no exterior, a oferta de moda brasileira deve se apoiar em: 1.design; 2. qualidade da costura, corte, acabamento, modelagem, uso adequado da matéria-prima e conforto da peça; 3. suporte e serviços; 4. desenvolvimento de atributos relacionados ao país de origem, como cores, vibração, descontração, alegria e imagem do Brasil; 5. preços adequados à oferta. A inserção da moda brasileira no exterior ainda é tímida. Gestores de moda brasileira podem apoiar sua oferta nos atributos relacionados ao país de origem sempre com foco no consumidor global e devem atentar ao preço e à qualidade, os quais ainda são fatores inibidores do desempenho internacional da moda brasileira.

Data de publicação: 2016

Periódico/Editora: Revista Brasileira de Gestão de Negócios

Edição: vol.17, n.1, pp.165-196.

Palavras-chave: Moda brasileira; Vantagem competitiva; Exportação de moda; Diferenciação; Competitividade