Education production efficiency: evidence from Brazilian universities

Título : Education production efficiency: evidence from Brazilian universities

Autores: Ana Carolina Zoghbi, Fabiana Rocha, Enlinson Mattos

Resumo: O objetivo deste artigo é estimar a eficiência das instituições de ensino superior no Brasil com ênfase nos seus determinantes, levando em conta particularmente a eficiência de instituições públicas e privadas na aplicação de seus recursos. A disponibilidade de escores em testes padronizados para as universidades brasileiras ajuda muita nesta tarefa uma vez que eles fornecem uma medida amplamente aceita de produto. A diferença entre os escores dos estudantes de último ano e de primeiro ano no Enade é usada como medida de desempenho. As características dos alunos foram consideradas insumos não discricionários e utilizadas para explicar o produto. Concluímos que as instituições públicas são mais ineficientes do que as privadas.

Data de publicação: 2013

Periódico: Economic Modelling

Edição: V. 31, pp. 94-103

Palavras-chave: valor agregadao, educação superior, testes padronizados, funções de produção estocástica