Estado e capital ferroviário em São Paulo: a Companhia Paulista de Estradas de Ferro entre 1930 e 1961 (livro)

Título: Livro – Estado e capital ferroviário em São Paulo: a Companhia Paulista de Estradas de Ferro entre 1930 e 1961

Autor: Guilherme Grandi

Sinopse: O livro revisita um tema histórico de enorme relevância para a história de São Paulo e do país, densamente trabalhado pelos historiadores, mas ainda não esgotado. A Companhia Paulista é um ícone no concerto dos estudos ferroviários. Assume papel chave no desenvolvimento econômico da Província e do Estado de São Paulo, absolutamente dependente de sua produção agrícola desde os tempos coloniais, portanto, dependente da ocupação sistemática de suas terras, de seus espaços agricultáveis, numa contínua produção do território na forma das fazendas, vilas e cidades constituídas, perseverando naquele que tinha sido o traço fundamental da conquista e colonização portuguesa nos trópicos: a perene semovência das fronteiras. O livro propõe elucidar a trajetória atípica da Paulista frente a algumas evidências de retração da atividade ferroviária no Brasil. O objetivo é examinar os determinantes políticos e econômicos que proporcionaram à Paulista uma trajetória um pouco mais gloriosa em comparação ao desempenho médio de outras ferrovias paulista entre 1930 e 1961.

Data de publicação: 2013

Editora: Alameda

Edição: 1ª

Palavras-chave: Ferrovia, Companhia Paulista, São Paulo