Estimação da Matriz Insumo-Produto a Partir de Dados Preliminares das Contas Nacionais

Título: Estimação da Matriz Insumo-Produto a Partir de Dados Preliminares das Contas Nacionais

Autores: Guilhoto, J.J.M. e U. Sesso Filho

Resumo: O presente estudo tem como objetivo apresentar e analisar uma metodologia de elaboração das Matrizes de Insumo-Produto a partir dos dados preliminares das Contas Nacionais do Brasil, a qual é testada para os anos de 1994 e 1996, sendo que os resultados obtidos a partir da matriz de insumo-produto (versão definitiva) disponibilizada pelo IBGE e a matriz estimada pela metodologia proposta são comparados. Os resultados analisados consistem dos multiplicadores de emprego tipo I, índices de ligação intersetoriais de Rasmussen-Hirschman e puros normalizados, indicadores econômicos baseados na teoria de insumo-produto. Conclui-se que as séries de indicadores econômicos da matriz estimada e da disponibilizada pelo IBGE não são diferentes, baseando-se em análise estatística (índices de correlação). Portanto, a metodologia pode ser utilizada para a estimação de matrizes de insumo-produto nacionais para períodos em que existem somente dados preliminares e as análises estruturais da economia realizadas com as matrizes estimadas são válidas para os anos analisados.

Data de publicação: 2005

Periódico/revista: Economia Aplicada

Edição: Vol. 9. N. 2. Abril-Junho. pp. 277-299.

Palavras-chave: insumo-produto, contas nacionais, Brasil