Estrutura Conceitual Básica de Controladoria – Sistematização à Luz da Teoria e da Práxis

Título: Estrutura Conceitual Básica de Controladoria

Subtítulo: Sistematização à Luz da Teoria e da Práxis

Autor: Márcio Luiz Borinelli

Orientador: Welington Rocha

Resumo/Sinopse: A problemática fundamental desta pesquisa reside no fato de que o arcabouço teórico em que se assenta a Controladoria não está consolidado, visto que a literatura apresenta divergência entre os autores e não se sabe até que ponto a realidade da Controladoria tem explicado tal arcabouço teórico. Assim, o que se fez neste trabalho foi: (i) sistematizar o conhecimento sobre Controladoria num arcabouço teórico denominado Estrutura Conceitual Básica de Controladoria (ECBC) e (ii) investigar a realidade das práticas de Controladoria das 100 (cem) maiores empresas privadas que operam no Brasil. Verificou-se se, e em que medida, os elementos que integram esta estrutura conceitual refletem as práticas de Controladoria das empresas investigadas. Assim, o estudo desenvolveu um exercício científico formal, crítico, organizando e sistematizando uma estrutura empírico-teórica que ajude a consolidar a Controladoria como ciência. Tendo como elementos metodológicos predominantes a pesquisa de campo e o método dialético, a pesquisa realizada é de natureza empírico-teórica e utilizou-se de uma abordagem quantitativa para o estudo de um evento qualitativo, abordagem esta que compreendeu a estatística descritiva e a técnica estatística de análise multivariada denominada Análise de Cluster. No que diz respeito aos achados da pesquisa, o primeiro é o que se conseguiu sistematizar o ECBC em três perspectivas: (i) como ramo do conhecimento (aspectos conceituais), (ii) como conjunto de atividades, funções e artefatos (aspectos procedimentais) e (iii) como órgão do sistema formal organizacional das entidades (aspectos organizacionais). O segundo achado é que as práticas de Controladoria observadas permitiram organizar quatro diferentes clusters. Finalmente, os resultados evidenciam que, na prática, as empresas utilizam diferentes maneiras de organizar as atividades de Controladoria, o que permite concluir que os elementos que formam a ECBC refletem, parcialmente, as práticas de Controladoria das empresas investigadas.

Data de publicação: 2006

Periódico/Editora: Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo

Palavras-chave: Controladoria, teoria, prática, estrutura conceitual básica de controladoria