Gestão Estratégica de Pessoas nas Organizações Petroquímicas de Camaçari-Bahia: Seus Reflexos nas Estratégias de Atração, Retenção e Desenvolvimento de Profissionais

Título: Gestão Estratégica de Pessoas nas Organizações Petroquímicas de Camaçari-Bahia: Seus Reflexos nas Estratégias de Atração, Retenção e Desenvolvimento de Profissionais

Autores: Pitombo, N.P. e Albuquerque, L.G.

Resumo: Este estudo de caso, ancorado na abordagem qualitativa e com nível de análise organizacional, investigou a gestão de pessoas dentro de unidades com estruturas organizacionais remotas (i.e., longe dos centros urbanos) e não remotas da PETROBRAS – Petróleo Brasileiro S/A. A pesquisa foi realizada em três plataformas marítimas, três bases e na unidade operacional da selva Amazônica, envolvendo 31 respondentes, entre diretores, gerentes, profissionais de RH, supervisores e coordenadores. Esses respondentes são representativos para o nível de análise escolhido, bem como para a estratégia de pesquisa. Seu foco esteve voltado para dois problemas principais, considerados igualmente relevantes: Como gerenciar pessoas em unidades distantes das principais sedes da organização? Como gerenciar essas pessoas de modo a assegurar os objetivos estratégicos de atrair, desenvolver e reter o capital humano valorizado nessas unidades? A coleta dos dados primários foi feita por meio de entrevistas em profundidade e observações; a dos dados secundários, por meio de análise de documentos. Trabalhou-se com as estratégias das análises de conteúdo, documental e reflexiva. Seus resultados indicaram as especificidades de políticas e práticas de gestão de pessoas, oriundas das estratégias de atração, desenvolvimento e retenção de profissionais nessas unidades, especificidades essas que representam contribuição para a área de gestão de pessoas.

Data de Publicação: 2012

Periódico: Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE

Edição: Vol. 11, No. 3, pp.61-96

Palavras-chave: Gestão Estratégica de Pessoas; Estratégias de Atração; Desenvolvimento e Retenção; Estruturas Organizacionais Remotas.