O salário mínimo como instrumento de combate à pobreza extrema: estariam esgotados seus efeitos?

Título: O salário mínimo como instrumento de combate à pobreza extrema: estariam esgotados seus efeitos?

Autores: Luís Eduardo Afonso, Paula Carvalho Pereda, Fabio Giambiagi e Samuel Franco

Resumo: Este artigo analisa a evolução do salário mínimo no Brasil após o Plano Real e os seus efeitos na pobreza extrema. Entre 1994 e 2008, o salário mínimo acumulou um aumento real de quase 110%, crescendo em relação à renda média no país. Atualmente, o salário mínimo chega a 40% da renda média brasileira. Este artigo atenta para a redução da efetividade de aumentos reais do salário mínimo como instrumento para a redução da pobreza extrema. Sugere-se que o valor real do salário mínimo seja mantido e que os gastos públicos sejam focalizados em políticas sociais mais efetivas.

Data de publicação: Oct./Dec. 2011

Periódico/Editora: Economia Aplicada

Palavras-chave: Salário Mínimo, Pobreza, Pobreza Extrema