Os descaminhos e os dez caminhos emergentes na mudança de paradigma das organizações

Título: Os descaminhos e os dez caminhos emergentes na mudança de paradigma das organizações

Autor: Oswaldo Scaico

Resumo: A partir da década de 80 observa-se no campo da Administração a emergência de determinadas práticas que, dada a estreita relação que guardam entre si, constituem efetivamente os caminhos de uma mudança de paradigma na gestão das organizações. Em seu conceituado livro A Estrutura das Revoluções Científicas, Thomas Kuhn (1991) define paradigma como “uma realização científica universalmente reconhecida que, durante algum tempo, fornece soluções modelares para uma comunidade de praticantes de uma ciência.”À luz dessa definição pode-se dizer que, no início do século XX, o conjunto de conceitos, princípios e práticas predominantes no campo da administração constituiam um paradigma organizacional, que passou a ser chamado de modelo clássico de gestão. Com o desenvolvimento econômico, tecnológico e social ocorrido no século XX tais práticas administrativas foram dando lugar a novas práticas, que as foram substituindo e constituindo um novo paradigma organizacional.
Este artigo apresenta a essência dessas mudanças paradigmáticas.

Data da publicação: 1996

Periódico: Revista Temas de Administração e Tecnologia – Faculdade Prudente de Moraes – Itu (SP)

Palavras-chave: paradigma, caminhos, descaminhos, administração, organização, práticas, modelos.